Category: Varejo

Como Acrescentar Valor À Uma Marca

Como Acrescentar Valor À Uma Marca

Como a percepção dos clientes pode afetar (e muito) o seu valor no mercado

 

Valor vs Marca: dizer que o cliente faz a marca não é só óbvio como necessário. Sem cliente não tem venda, e sem venda não tem empresa, pois todo o investimento vai por água a baixo.

Como, então, saber investir de maneira consciente em um relacionamento favorável para uma boa experiência entre vendedor e consumidor?

 

Simples. Utilizando da estratégia do Brand Equity.

Sim, simples mesmo! Mas o que é isso?

 

Brand equity, ou valor de marca, é um termo do marketing que descreve nada mais nada menos do que o valor de uma marca. Esse valor é determinado pela percepção e experiência do consumidor com determinado produto. Se as pessoas gostam de uma marca, pensando apenas coisas boas sobre ela, ela tem um valor positivo. Quando uma marca apresenta desempenho insuficiente e decepciona a ponto de as pessoas recomendarem que outras a evitem, ela tem um valor negativo.

 

Na teoria, é tudo bem óbvio. Já na prática, é bom estudar o que você precisa melhorar no seu produto.

 

Componentes do Brand Equity

O aumento da sua participação no mercado deverá ser igual ao resultado da lealdade e valor da marca do cliente. Existem quatro componentes que fornecem esses resultados:

 

Reconhecimento da marca – A marca é amplamente conhecida e reconhecida, e os consumidores sabem o que são oferecidos em relação à concorrência.

Experiência da marca – Os consumidores usaram e experimentaram o produto o suficiente para criar expectativas.

Preferência da marca – a marca é a preferida pelos consumidores e, como resultado, eles se tornam clientes que retornam.

Lealdade à marca – A marca e o consumidor têm um apego emocional, e o consumidor fará todo o possível para comprá-la.

 

 

Como Obter Esses Componentes

Busque o feedback. Agradeça os elogios e lembre o seu cliente de que tudo é feito com carinho e especialmente para que ele volte sempre. Agradeça também as críticas e garanta que aprenderá com elas. Errar é humano, mas aprender com os erros é indispensável para um bom valor de marca.

 

Personalize essas experiências. Saiba como lendo mais nessa matéria especial que nós da Comunikar preparamos especialmente para você. Viu? Já até personalizei um pouquinho nesse parágrafo. Se eu não falasse você nem ia notar.

 

Seja rápido ao responder feedbacks negativos. Sério. Não deixe o fogo se alastrar antes que seja tarde demais. Além disso, mostrar pronto atendimento à clientes insatisfeitos também garante a eles que você não está aqui para fazer corpo mole. Sua empresa é sua vida: trate-a como tal.

 

Visualmente falando, para deixar sua marca na “boca do povo”, faça questão de usar sempre as mesmas cores e o mesmo logo para estabelecer um padrão. Quanto mais personalizado e mais chamativo, melhor para o seu branding. Esse é o tipo de coisa que não sai da cabeça das pessoas.

 

Mantenha uma presença ativa nas redes sociais. Ficar sem postar por muito tempo é uma péssima ideia quando se trata em obter valor de marca. Você não quer cair no esquecimento, não é mesmo? São tantas empresas indo e vindo na vida de uma só pessoa no dia a dia que sumir por algumas horas já é arriscado o suficiente.

 

CUIDADO! Exagerar na presença também não é ideal. Algumas redes como o Instagram consideram como spam o excesso de postagens durante o dia. Isso pode resultar no bloqueio total da sua conta.

 

Concluindo…

Cativar as pessoas realmente não é tão difícil quanto parece. A chave para o carisma é a boa educação e o amor pelo atendimento ao cliente. Se você seguir essas dicas direitinho, adicionar valor à sua marca será uma questão de tempo.

 

E caso precise de ajuda… nós estamos aqui exatamente para isso. ????

Read More
11 de fevereiro de 2020

3 passos para aumentar suas vendas

3 passos para aumentar suas vendas

Hoje em dia existem várias técnicas de vendas que prometem turbinar resultados das empresas, como se houvesse uma espécie de “fórmula mágica” que aumentasse as vendas instantaneamente. então o que deve ser feito para que uma empresa impulsione suas vendas, atraia mais clientes e tenha muito sucesso?

Conheça agora os 3 passos para aumentar suas vendas:

Antes de tudo, é necessário que haja planejamento nas ações da empresa, sejam ela de curto, médio ou longo prazo. Alguns princípios devem ser estabelecido para que o planejamento dê certo e sua empresa aumente o número das vendas:

1 – Qual o produto ou serviço da sua empresa?
Conhecer totalmente os produtos e/ou serviços que a sua empresa oferece é de fundamental importância para poder definir quais estratégias irá utilizar para divulgá-los, sempre de forma criativa e assertiva.

2 – Oferte os benefícios de seus produtos/serviços e não apenas suas características.
Dizer apenas que um xampu é feito com determinado componente é menos eficiente que dizer que o mesmo dará vida, brilho, leveza e força aos cabelos de quem o utilizar.

3 – Pense sempre fora da caixa.
Quantas empresas tem o mesmo segmento de atuação da sua? Quantas oferecem os mesmos produtos/serviços com os mesmo benefícios e preços? O que difere uma da outra então? É sempre importante pensar em estratégias para que a sua empresa tenha sempre posição de destaque na escolha de seus clientes.

Há inúmeras coisas que devem ser levadas em consideração para o sucesso de uma empresa, porém, mais importante é sempre estar atento às novidades do mercado e as possibilidades que ele dispõe para aproveitá-las da melhor forma possível. Uma empresa de sucesso é aquela que conhece seu cliente, sabe o que ele precisa e sabe o jeito certo de falar com ele. Seja visionário e pense sempre com organização e propósito, tenha uma ótima estratégia de marketing.

Read More
14 de junho de 2016

Como ter um ponto de vendas de sucesso

Como aumentar o sucesso de seu ponto de vendas.

O Brasil é um dos países onde o ponto de vendas ocupa mais importância, entre todas as nações, revelou uma pesquisa sobre o comportamento mundial do consumidor. Cerca de 85% dos brasileiros decidem sobre a compra no local.

Primeiramente, para ter sucesso, é preciso saber melhor quem é o público alvo para ter um ponto de vendas dirigido para ele. O ponto deve se identificar com o consumidor. Após isso é preciso identificar um local mais próximo do público alvo e facilitar a vida dos clientes, sendo de fácil acesso para os mesmos. A loja deve ser livre de interferências, tanto para que o cliente enxergue, quanto para acessá-la. A vizinhança e referências são pontos importantes também para atrair consumidores e que fazem a diferença.

Não importa o tamanho do empreendimento, a marca é o que identifica o negócio, tudo girará em torno dela. Todos os materiais produzidos devem ser identificados por ela, é a identidade visual. A logomarca é o que fixa o cliente. O cliente deve entender o que é vendido sem muito esforço, portanto o nome tem que deixar claro o ramo que se trabalha e deve ser de fácil memorização, o logo deve ser de fácil leitura, não “rabuscado”, o que não é lido com facilidade, não é memorizado. Persistência e repetição são fatores imprescindíveis para o fortalecimento da marca.

Para chamar a atenção do ponto de vendas é preciso ter uma fachada que obedeça a identidade da loja, que atraia olhares e magnetize o cliente, comunicando ao mesmo tempo o que tem a oferecer de forma clara e ovjetiva. Deve ser referência no local onde está. O espaço do ponto deve ser planejado pra ser harmonioso e agradável. O layout deve contemplado com foco na setorização dos produtos, de forma coerente. O cliente tem que ter a circulação facilitada, mas ao mesmo tempo estratégica, para ser induzido a consumir mais. A qualidade dos produtos e diferenciação são também grandes atrativos.

O bom atendimento é importantíssimo para a fidelização do cliente. Pesquisar sobre os clientes é importante também, para agregar aos produtos o que eles gostam e preferem.

Garantir um marketing sensorial, levando em conta todos os sentidos, sempre prestando atenção e trabalhando bem cada um; ativa no público um maior desejo de possuir o produto.

Para se ter um ponto de vendas de sucesso é preciso seguir o pensamento de Sócrates, que dizia: “A maneira de se conseguir boa reputação reside no esforço em se ser aquilo que se deseja parecer”.

Read More
14 de junho de 2016

Como definir o seu público-alvo?

Como definir o seu público-alvo? Descubra a Importância de definir seu Público-Alvo.

Um grande problema que muitas empresas, principalmente das que estão começando, é saber diferenciar seu público-alvo dos demais,  definir para quem irá vender seus produtos/serviços. A resposta natural seria: “Vamos vender para todo mundo” mas será que é realmente assim que funciona? Porque tão importante quanto saber o que irá vender, também é preciso saber para quem e como você irá vender para ele.

A definição do público-alvo precisa ser encarada como um fator primordial no planejamento da empresa, podendo passar por readequações ao longo do tempo. Ter uma definição mais completa do público consequentemente ajudará a estruturar melhor os objetivos comerciais e de marketing.

Uma empresa de sucesso conhece muito bem seus produtos/serviços e da mesma forma deve conhecer bem o perfil das pessoas que consomem seus produtos para saber seus desejos, necessidades, hábitos e poder aquisitivo e, com isso, definir novas estratégias para atingir de forma mais certeira.

Visto a importância de definir e conhecer o público-alvo, como fazer, então, para definir qual público a empresa irá atingir? Primeiramente, é importante saber quem já comprou e analisar alguns dados importantes como: sexo, idade, onde mora, profissão, etc. são esses dados que irão auxiliar você a começar entender seu público. Feito isso, deve-se observar os hábitos de consumo desses clientes: o que compram, quando compram e como compram; essas informações servirão para ajudar a empresa a criar novos produtos, estabelecer uma nova comunicação e estratégias de vendas.

Independentemente de qual setor de mercado a empresa atua, alguns fatores externos podem interferir direta ou indiretamente nas decisões planejadas previamente. Porém, a empresa que conhecer bem seus clientes tem mais chances de se adequar a essas mudanças e seguir as tendências e as mudanças que acontecem na sociedade. O mais importante de tudo é estar sempre antenado em todas essas novidades.

Read More
14 de junho de 2016