O que é Yield-to-maturity (YTM)

O Yield-to-maturity (YTM), ou rendimento até o vencimento em português, é um conceito fundamental no mercado de títulos de renda fixa. Ele representa a taxa de retorno que um investidor receberá se mantiver o título até o seu vencimento, levando em consideração o preço atual do título, os pagamentos de juros periódicos e o valor nominal a ser recebido no vencimento.

Como calcular o Yield-to-maturity

O cálculo do Yield-to-maturity é um pouco complexo, mas pode ser feito utilizando uma fórmula matemática específica. A fórmula considera o preço atual do título, os pagamentos de juros periódicos, o valor nominal do título e o prazo até o vencimento. É importante ressaltar que o YTM é uma taxa anualizada, ou seja, representa a taxa de retorno anual que o investidor receberá se mantiver o título até o vencimento.

Importância do Yield-to-maturity

O Yield-to-maturity é uma medida importante para os investidores que desejam avaliar o potencial de retorno de um título de renda fixa. Ao conhecer o YTM de um título, o investidor pode compará-lo com outras opções de investimento e tomar decisões mais informadas sobre onde alocar seu capital. Além disso, o YTM também é utilizado para determinar o preço justo de um título no mercado secundário.

Relação entre o preço do título e o Yield-to-maturity

Existe uma relação inversa entre o preço do título e o Yield-to-maturity. Isso significa que, à medida que o preço do título aumenta, o YTM diminui, e vice-versa. Isso ocorre porque o YTM leva em consideração o valor presente de todos os pagamentos de juros e o valor nominal a ser recebido no vencimento. Quando o preço do título está acima do seu valor nominal, o YTM será menor do que a taxa de cupom do título. Por outro lado, quando o preço do título está abaixo do seu valor nominal, o YTM será maior do que a taxa de cupom.

Yield-to-maturity e risco de mercado

O YTM também está relacionado ao risco de mercado. Títulos com YTM mais altos geralmente são considerados mais arriscados, pois oferecem uma taxa de retorno maior para compensar o risco adicional. Por outro lado, títulos com YTM mais baixos são considerados menos arriscados, pois oferecem uma taxa de retorno menor, mas mais estável. Portanto, o YTM pode ser utilizado como uma medida do risco de um título de renda fixa.

Yield-to-maturity e taxa de cupom

A taxa de cupom de um título de renda fixa é a taxa de juros anual que o emissor do título se compromete a pagar aos investidores. O YTM leva em consideração a taxa de cupom, mas também considera o preço do título e o valor nominal a ser recebido no vencimento. Portanto, o YTM pode ser diferente da taxa de cupom, dependendo do preço do título em relação ao seu valor nominal.

Yield-to-maturity e prazo até o vencimento

O prazo até o vencimento de um título de renda fixa também afeta o YTM. Em geral, quanto maior o prazo até o vencimento, maior será o YTM, pois o investidor está assumindo um risco maior ao manter o título por um período mais longo. Por outro lado, títulos com prazos mais curtos tendem a ter YTMs mais baixos, pois oferecem uma taxa de retorno menor, mas mais estável.

Yield-to-maturity e inflação

A inflação também pode afetar o YTM de um título de renda fixa. Se a inflação aumentar, o poder de compra dos pagamentos de juros e do valor nominal do título será reduzido. Isso pode levar a uma redução no YTM, pois os investidores exigirão uma taxa de retorno maior para compens

Pular para o conteúdo