O que é: Função de distribuição

A função de distribuição é um conceito fundamental na área de estatística e probabilidade. Ela descreve a probabilidade de ocorrência de diferentes valores em um conjunto de dados. Em outras palavras, a função de distribuição atribui uma probabilidade a cada valor possível em um conjunto de dados, permitindo que os estatísticos analisem e compreendam melhor as características desse conjunto.

Entendendo a função de distribuição

Para entender melhor a função de distribuição, é necessário compreender alguns conceitos básicos. Primeiramente, é importante entender o que é uma variável aleatória. Uma variável aleatória é uma variável que pode assumir diferentes valores com diferentes probabilidades. Por exemplo, em um experimento de lançamento de um dado, a variável aleatória é o resultado do lançamento, que pode ser um número de 1 a 6.

A função de distribuição de uma variável aleatória descreve a probabilidade de cada valor possível dessa variável. Ela é representada por uma função matemática, que atribui uma probabilidade a cada valor. Essa função é chamada de função de distribuição acumulada (FDA) ou função de distribuição cumulativa (FDC).

Características da função de distribuição

A função de distribuição possui algumas características importantes. Primeiramente, ela é não negativa, ou seja, a probabilidade atribuída a cada valor possível é sempre maior ou igual a zero. Além disso, a soma de todas as probabilidades atribuídas a cada valor possível é igual a um, o que significa que a função de distribuição representa todas as possibilidades de ocorrência.

Outra característica importante da função de distribuição é que ela é monótona não decrescente. Isso significa que, à medida que o valor da variável aumenta, a probabilidade atribuída a esse valor também aumenta ou permanece constante. Essa propriedade é fundamental para a análise estatística, pois permite comparar a probabilidade de ocorrência de diferentes valores.

Tipos de função de distribuição

Existem diferentes tipos de função de distribuição, cada um adequado para diferentes tipos de variáveis aleatórias. Alguns dos tipos mais comuns incluem:

1. Função de distribuição uniforme

A função de distribuição uniforme é utilizada quando todos os valores possíveis de uma variável aleatória têm a mesma probabilidade de ocorrência. Por exemplo, em um experimento de lançamento de uma moeda honesta, a variável aleatória é o resultado do lançamento, que pode ser cara ou coroa. Nesse caso, a função de distribuição atribui uma probabilidade de 0,5 para cada resultado.

2. Função de distribuição normal

A função de distribuição normal, também conhecida como curva em forma de sino, é utilizada para descrever variáveis aleatórias que seguem uma distribuição simétrica em torno de um valor médio. Essa função é amplamente utilizada na estatística, pois muitos fenômenos naturais e sociais seguem uma distribuição normal. A função de distribuição normal é caracterizada por sua média e desvio padrão.

3. Função de distribuição exponencial

A função de distribuição exponencial é utilizada para descrever variáveis aleatórias que seguem uma distribuição exponencial, ou seja, a probabilidade de ocorrência diminui exponencialmente à medida que o valor aumenta. Essa função é comumente utilizada em estudos de tempo de vida, como a duração de um produto ou o tempo entre falhas de um sistema.

4. Função de distribuição de Poisson

A função de distribuição de Poisson é utilizada para descrever variáveis aleatórias que seguem uma distribuição de Poisson, que modela a ocorrência de eventos raros em um intervalo de tempo ou espaço. Essa função é comumente utilizada em estudos de contagem, como o número de chamadas recebidas em um call center em um determinado período de

Pular para o conteúdo